Saber


A grande dúvida sempre volta ..

Fujo de algo que não me convém..

Busco algo que me faz bem..

Mais o que me faz bem?

O bem que me faz é tão..

Inconstante.

Inesperado.

Sei o que sinto..

Mais não sinto o suficiente para saber...

Invisível pra mim.

Autora: Sarah Jorge



2 comentários:

Sonhos & melodias disse...

Oi Sarah!
Lindo poema e profundo não?
Bjs e um ótimo fim de semana!

May e os Leprechaus disse...

suas poesias sao lindas demais!!! to amando todas! parabens por compartilhar tamanha sensibilidade!!!